#Metais: Referências Musicais

Publicado em 25 de abril de 2016




Hoje falarei sobre 2 trombonistas que são minhas referências no instrumento, sendo um na área erudita e outro na área popular, claro que a lista de excelentes músicos é bem extensa e contém inúmeras referências de nível extremamente alto, mas esses dois são os meus favoritos.

#Erudito:  Michel Becquet  (França)

Nascido em 1954 na cidade de Limoges, possui um som de incrível qualidade e um timbre mais “aveludado” que caracteriza a sua escola, iniciou os estudos bem cedo na trompa, isso mesmo que você leu, Becquet teve como primeiro instrumento a trompa, mas aos 10 anos descobriu seu gosto pelo trombone, após anos de(muita) dedicação aos estudos no conservatório de sua cidade natal, muda –se para o conservatório de Paris onde rapidamente obteve sua formação, além disso participou e ganhou inúmeros concursos para trombone, mostrando seu incrível talento musical.

Atuou em inúmeras orquestras inclusive como solista em diversas oportunidades, sendo a primeira delas a Orquestra de La Suisse Romande, Fundou o quarteto de trombones de Paris ao lado de Jaques Fourquet, Alain Giles Manfrin e Milliere, onde também alcançou grande destaque nesta formação.

Desde 1990 é coordenador do departamento de metais do conservatório nacional, e atualmente leciona no conservatório nacional de Lyon e conservatório de Lausanne.

Becquet utiliza há muito tempo instrumentos Antonine Courtois da qual também é colaborador e auxilia no desenvolvimento de novos instrumentos podendo destacar o trombone AC420BH.

Para ouvir:

#Popular:  Bill Watrous (E.U.A)

Nascido em Middletown estado de Connecticut,  no ano de 1939, William Russell Watrous III, iniciou os estudos com seu pai que era um trombonista, e também foi um grande autodidata, após tocar em algumas bandas de pouco renome, passou a estudar com Herbie Nichols.

Após um grande aprofundamento nos estudos integrou grandes bandas lideradas por músicos de altíssimo conceito, como Maynard Ferguson e Woody Herman. No final dos anos 60 e início dos anos 70 tornou se  um músico de estúdio em Nova York, mas manteve sua carreira jazz tocando ao vivo em várias bandas

Formou sua própria big band, chamado Manhattan Wildlife Refuge Big Band, que incluiu Wayne Andre (trombone), Danny Stiles (trompete), Dick Hyman (piano) e Ed Soph (bateria), tendo grande sucesso.

Possui um timbre diferenciado e uma técnica apuradíssima para o instrumento, utiliza trombone de diâmetro pequeno e calibre fino, apropriados ao seu estilo musical, continua ativo até hoje.

Para ouvir, uma versão de Unforgettable, sucesso de Nat King Cole, reparem no padrão sonoro e musicalidade que Bill Consegue tirar do instrumento, Chama também a atenção a região extremamente aguda que ele atinge em seu improviso, tenho certeza que você vai gostar e tirar muitas referências para seus estudos!

Para ouvir:

Até a Próxima e um abraço a todos!

mm

Maestro,Arranjador e Trombonista, iniciou os estudos na Banda Marcial Noé de Azevedo prosseguindo na Escola Municipal de Música de São Paulo, ULM (atual EMESP) e Unisant’anna, atua no Projeto Pequenos Músicos Pequenos acordes na escola da Prefeitura de Mogi das Cruzes SP, Associação Bragantina de Amigos das Artes de Bragança Paulista e Lyra de Mauá

PLAYLIST PODCAST

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu email

PARTICIPANTE POR EPISÓDIO

CATEGORIAS