#Toque77: The Great Locomotive Chase

Publicado em 2 de março de 2020




Bom dia, boa tarde, boa noite!

The Great Locomotive Chase ou em uma tradução livre A Grande Caça à Locomotiva, é uma composição musical de 1999, de um dos grandes mestres da música contemporânea, o compositor americano Robert W. Smith, que através desta belíssima composição, retrata um momento icônico da guerra civil americana, período este, que assolou os Estados Unidos entre os anos de 1861 a 1865.  Hoje vamos conhecer um pouco sobre esta obra musical e sua relação com este período histórico da américa do norte.

Sejam, bem-vindos ao Toque2 Podcast, Bandas e Fanfarras, no Ritmo da vida, na Batida do coração.

Compartilhe com seu amigo, indique e compartilhe nas redes sociais usando a hashtag #Toque2

No Ritmo da Vida. Na Batida do Coração!

Equipe Toque2

@toquedois

QUEM FEZ?

Vinheta: Josisley de Souza

Arte da Vitrine: Josisley de Souza

Vírgula Sonora: Débora Meneses

Edição: Josisley de Souza

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO

Colabore com nossa campanha no Apoia.se

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO

Acesse e participe do nosso grupo #Batuqueiros no Facebook

OUÇA PELOS APLICATIVOS

Ouça pelo nosso aplicativo para Android

Ouça pelo Spotify (Gratuitamente)

RECEBA OS PODCASTS NO WHATSAPP

Receba no WhatsApp (Clique Aqui)

SIGA O PARTICIPANTE

Josisley de Souza
Host / Editor

Arnaldo Neto
Maestro / Professor

LINKS COMENTADOS

The Great Locomotive Chase (Filme)
https://www.imdb.com/title/tt0049279/ (Filme de 1956)

The Great Locomotive Chase (História)
https://en.wikipedia.org/wiki/Great_Locomotive_Chase

The Southern Museum of Civil War & Locomotive History (Museu)
https://www.southernmuseum.org/exhibits

Links diversos
http://www.kennesaw.com/attractions/the-general/

https://www.jwpepper.com/The-Great-Locomotive-Chase/2439396.item#/

https://www.alfred.com/the-great-locomotive-chase/p/00-BDM00030/

https://www.rundel.de/en/the_great_locomotive_chase/a-159/4229

https://pt.archolda.com/grande-locomotiva-perseguicao-durante-a-guerra-civil-americana/

http://digitalcommons.kennesaw.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1196&context=amj

https://pt.archolda.com/grande-locomotiva-perseguicao-durante-a-guerra-civil-americana/

Músicas:

When Johnny Comes Marching Home
https://www.youtube.com/watch?v=mgc_qDmuhrE

https://www.youtube.com/watch?v=kcoKg2cbouU

SIGA-NOS NAS REDES!

Twitter

Facebook

iTunes

Feed

Email

 

Transquição do Podcast: The Great Locomotive Chase

Apresentação

The Great Locomotive Chase ou em uma tradução livre “A Grande Caça à Locomotiva”, é uma composição musical de 1999, de um dos grandes mestres da música contemporânea, o compositor americano Robert W. Smith, que através desta belíssima composição, retrata um momento icônico da guerra civil americana, período este, que assolou os Estados Unidos entre os anos de 1861 a 1865.  Hoje vamos conhecer um pouco sobre esta obra musical e sua relação com este período histórico da américa do norte.

Sejam, bem-vindos ao Toque2 Podcast, Bandas e Fanfarras, no Ritmo da vida, na Batida do coração.

O surgimento das ferrovias americanas

A rede ferroviária norte americana é considerada a mais extensa do mundo, até o ano de 2005, contava com mais de 226 mil quilômetros. Apesar do transporte ferroviário surgir na Europa, os Estados Unidos adotaram esse meio de transporte de tal forma, que sua história se confunde com a história do país, principalmente entre a metade do século XIX (19) até a metade do século XX (20).

Foi a criação da primeira ferrovia do mundo, na Inglaterra, que serviu de inspiração para os norte-americanos. Naquela época – entre os anos de 1800 a 1850 –  o transporte de mercadorias era feito por carroças e de forma fluvial.

A ferrovia foi considerada o maior feito tecnológico dos Estados Unidos do século XIX (19). Ela serviu como uma ligação vital para o transporte de mercadorias e viagens, que conectou as metades Norte e Sul dos Estados Unidos.

Em 1829, o estado de Massachusetts elaborou um plano de expansão da rede ferroviária, porém não foi executada por falta de recursos, por este motivo, o estado criou cartas de crédito, e incentivos fiscais à iniciativa privada, que acabou implantando a maior parte das ferrovias Norte Americanas. Com isso, muitas companhias ferroviárias surgiram no país, viabilizando então, a construção de uma imensa malha ferroviária.

A primeira companhia ferroviária dos Estados Unidos, foi a Baltimore and Ohio Railroad (B & O), fundada em 1827, que inaugurou seu primeiro trecho entre Baltimore e Ellicott’s Mills em 24 de maio de 1830. Posteriormente essa empresa levaria seus trilhos também para a capital, Washington D.C.

Novas ferrovias surgiram para fortalecer o transporte intermodal – hidrovia e ferrovia -, principalmente no sul do país, onde a crescente produção de algodão, precisava ser escoada com cada vez com mais rapidez e volume, para o norte e portos internacionais. Este período ficou conhecido pelos King Cotton, os reis do algodão.

A Primeira Ferrovia Transcontinental, foi aberta ao tráfego após a guerra civil americana, em 10 de maio de 1869, com o “Prego de Ouro” fixado em Promontory, Utah, está rota estabeleceu uma rede de transportes transcontinental mecanizado, que revolucionou a economia do Oeste Americano.

Nas décadas de 1850 e 1860 o sistema ferroviário norte americano viveu seu auge. Naquela época construir ferrovias era, com certeza, o melhor negócio do país.

A Guerra Civil Americana

A Guerra Civil Americana, também conhecida como Guerra da Secessão ou Guerra Civil dos Estados Unidos, foi uma guerra travada entre os anos de 1861 a 1865, entre os estados do Norte (denominado como União) e os estados do Sul (denominado como Confederados).

A guerra civil começou principalmente, como resultado da longa controvérsia sobre a escravização dos negros, que gerou grande discordância entre o Sul que dependia do trabalho escravo para as lavouras, e o Norte que entendia que o trabalho deveria ser remunerado, visto que modernização da era industrial já dominava esta região.

Foi então que nas eleições presidenciais Americanas de 1860, os Republicanos, liderados por Abraham Lincoln, apoiaram a proibição da escravidão em todos os Territórios. Os estados do Sul viam isso como uma violação de seus direitos constitucionais e como sendo o primeiro passo, em um grande plano Republicano de abolir a escravidão.

O Partido Republicano, dominante no Norte, garantiu uma maioria simples de votos populares e a maioria dos votos eleitorais a nível nacional; assim, Lincoln foi eleito presidente, sendo o primeiro candidato do Partido Republicano a ganhar a presidência. No entanto, antes de sua posse, 7 (sete) estados escravistas com economias baseadas em algodão declararam secessão – ou separação –  e formaram os Confederados. Porém 8 (oito) estados escravistas restantes, continuaram a rejeitar os pedidos de secessão.

Lincoln em seu discurso de posse em 4 de março de 1861, declarou que seu governo não iniciaria uma guerra civil. Falando diretamente aos confederados – os Estados do Sul -, ele tentou acalmar seus medos de qualquer ameaça à escravidão, reafirmando:

“Não tenho nenhum propósito, direta ou indiretamente, de interferir com a instituição da escravidão nos Estados Unidos, onde ela existe. Acredito que não tenho o direito legal de fazê-lo e não tenho inclinação para fazê-lo.”

Depois que as forças Confederadas invadiram inúmeros fortes – da união – dentro do território reivindicado pelos estados do Sul, ficou claro que os esforços de compromisso feitos por Lincoln, haviam falhado, e os dois lados se prepararam para a guerra.

Os Confederados que dominavam o mercado de algodão – os King Cotton -, acreditavam que os países europeus dependiam do algodão americano, de tal forma, que eles interviriam na guerra contra os estados da União, porém nenhum país europeu reconheceu os novos Estados Confederados da América como legítimo.

As hostilidades efetivamente começaram em 12 de abril de 1861, quando as forças Confederadas dispararam contra o Fort Sumter, da união. Então em setembro de 1862, Lincoln publicou a Proclamação de Emancipação, que fez da abolição da escravidão um objetivo de guerra.

Vale lembrar que, durante este período, havia um grande movimento de expansão ao oeste americano, e que este, apesar de grande aderência dos nortistas (União), se utilizavam das formas políticas dos sulistas (Confederados), incluindo a escravidão como mão de obra.

A Guerra Civil Americana foi uma das primeiras guerras industriais da história. Ferrovias, telégrafos, navios a vapor e armas foram produzidas em massa para utilização na guerra.

A mobilização de fábricas civis, minas, estaleiros, bancos, transporte e suprimentos de alimentos também prenunciou o impacto da industrialização na Primeira e Segunda Guerras Mundiais.

Infelizmente a guerra civil americana, continua sendo a guerra mais mortal da história americana. De 1861 a 1865, estima-se que 620.000 a 750.000 soldados tenham morrido em combate, juntamente com um número indeterminado de civis. De acordo com uma estimativa, a guerra matou 10% de todos os homens do Norte entre 20 e 45 anos e 30% de todos os homens brancos do Sul entre 18 e 40 anos.

A guerra terminou efetivamente em 9 de abril de 1865, quando o general Confederado Robert Lee (Robert E. Lee) se rendeu ao general da União, Ulysses Grant (Ulysses S. Grant), na Batalha de Appomattox Court House.

Os Generais Confederados dos estados do Sul, seguiram o exemplo, a última rendição ocorreu em 23 de junho de 1865. Grande parte da infraestrutura do Sul foi destruída, principalmente os sistemas de transporte como as ferrovias.

Os Confederados entraram em colapso, a escravidão foi abolida e 4 milhões de escravos negros foram libertados. Durante a Era da Reconstrução que seguiu à guerra, a unidade nacional foi lentamente restaurada, o governo nacional expandiu seu poder e os direitos civis e políticos, foram concedidos aos escravos libertados. Este período é um dos eventos mais estudados e escritos sobre a história dos Estados Unidos.

Dados importantes:

A escravidão ainda é uma marca na história americana, que foi perpetuada durante a gestão de 12 presidentes, antes que Abraham Lincoln em 1° de janeiro de 1863, assinasse o ato de Emancipação.

Mesmo assim, a América esperou 91 anos para acabar com a segregação legalizada, nas escolas públicas e mesmo após o fim da segregação, em muitas, haviam bebedouros e banheiros separados para brancos e negros.

Foram 99 anos até que James Meredith, fosse o primeiro estudante negro a ingressar em uma universidade no Mississipi, na ocasião, foram necessários 5 mil soldados para conter os movimentos de revolta, que tentavam impedir que Meredith frequentasse as aulas.

Em 1957, enquanto o filme A Volta ao Mundo em 80 Dias, ganhava o Oscar de melhor filme, em 17 estados americanos, era proibido o casamento inter-racial entre bancos e negros.

Foram mais de 100 anos até a criação de uma lei que proibisse a discriminação racial nos Estados Unidos da América.

A Grande Caça à Locomotiva

Durante à Guerra Civil Americana, no início de 1862, o Brigadeiro General Ormsby Mitchel, comandante das tropas da União, planeja avançar em Huntsville, antes de atacar em direção ao centro vital de transporte de Chattanooga. Embora ansioso para tomar a última cidade, ele não tinha forças suficientes para bloquear qualquer contra-ataque aos Confederados.

Usando a ferrovia Western & Atlantic, as forças confederadas poderiam chegar rapidamente à área de Chattanooga. Ciente dessa questão, o explorador civil James Andrews (James J. Andrews), propôs uma operação destinada a cortar a conexão ferroviária entre as duas cidades. A ideia seria embarcar para o sul e sequestrar uma locomotiva, em sua volta ao norte, seus homens destruiriam postes de comunicação, trilhos e pontes ao longo da ferrovia.

O plano de Andrews, foi aprovado e 22 homens foram selecionados para a missão, também foram acompanhados pelos experientes maquinistas William Knight, Wilson Brown e John Wilson. Encontrando-se com os homens, Andrews os orientou a estar na estação de Marietta, Geórgia, até a meia-noite de 10 de abril.

Rumo ao sul

Nos três dias seguintes, os homens da União atravessaram as linhas confederadas disfarçados, eles também receberam um documento de apresentação “forjado” explicando que eram do condado de Fleming, e estavam procurando uma unidade confederada para se alistarem. Devido a fortes chuvas que dificultavam as viagens, Andrews foi forçado a atrasar o ataque por um dia.

Reunidos na manhã do dia 11 de abril, Andrews deu instruções finais aos seus homens, pedindo que embarcassem no trem no mesmo vagão. Não deviam fazer nada até que o trem chegasse a Big Shanty, ponto no qual Andrews e os maquinistas pegariam a locomotiva, enquanto os outros, separariam os vagões.

O Roubo da General

Partindo de Marietta, o trem chegou a Big Shanty pouco tempo depois. Embora o depósito estivesse cercado pelo acampamento dos Confederados, tratava-se de um ponto estratégico, pois não tinha um telégrafo. Como resultado, os Confederados em Big Shanty teriam que ir a Marietta para alertar sobre o sequestro da locomotiva.

Pouco depois de os passageiros desembarcarem para tomar o café da manhã no Hotel Lacey, Andrews deu o sinal. Enquanto ele e os maquinistas embarcavam na locomotiva, chamada General, seus homens desacoplaram os carros de passageiros mantendo três vagões. Quando a General partiu de Big Shanty, o seu condutor, William Fuller (William A. Fuller), viu-o partir pela janela do hotel.

Tão logo, Fuller inicia uma perseguição a pé. Acima na linha, Andrews e seus homens estavam se aproximando da Estação da Lua.

Pausando a General, eles cortaram a linha de telégrafo. Em um esforço para não levantar suspeitas, Andrews orientou os maquinistas a se moverem a uma velocidade normal, e a manter o horário normal do trem. Depois ao passar por Acworth (aicros) e Allatoona (alatuna), Andrews parou e mandou seus homens removerem parte do trilho. Atravessaram a grande ponte de madeira sobre o rio Etowah (ituá). Chegando ao outro lado, foi quando avistaram a Locomotiva Yonah (ioná), que estava correndo para as proximidades das obras.

William Knight, um dos maquinistas, recomendou Andrews a destruição do Locomotiva e da ponte Etowah (ituá).

Porém, William tinha questões pessoais com os Confederados. Porém Andrews não queria transformar a missão em uma guerra particular, assim, dispensou o conselho, apesar da ponte ser um alvo previsto do ataque.

A Perseguição de William Fuller

Tendo visto a Locomotiva General partir, Fuller e outros membros da tripulação do trem começaram a correr atrás dele, a pé, chegaram a estação da Lua  e logo, conseguiram obter um carro de tração manual e continuaram pela linha, logo descarrilado no trecho danifico dos trilhos, mas logo conseguiram colocar o carro de volta nos trilhos e alcançaram a ponte Etowah (ituá).

Encontrando a Locomotiva Yonah, Fuller a assumiu, e a moveu para a linha principal. Enquanto isso Andrews e seus homens pararam em Cass Station para reabastecer à General de água e lenha. Enquanto estava lá, ele informou a um dos funcionários da estação que eles levavam munição para o exército do General Beauregard (Bourigardi) ao Norte. Então para ajudar no progresso do trem, o funcionário deu a Andrews, erroneamente, a programação dos trens do dia.

Em Kingston, Andrews e à General foram forçados a esperar por mais de uma hora. Isso se deveu ao fato do General Mitchel não ter atrasado sua ofensiva, e os trens da Confederação estavam correndo em direção a Huntsville (rantisviu). Pouco depois da Locomotiva General partir, Fuller chega com a Yonah. Os atrasos nas partidas, geraram engarrafamentos então, Fuller e seus homens mudaram para a locomotiva William R. Smith.

Já à frente, à General fez uma parada para cortar as linhas telegráficas e remover mais trilhos.  Enquanto os homens da União terminaram seu trabalho, ouviram o apito da Locomotiva William Smith a distância. Na fuga, passaram por um trem de carga na direção sul, puxado pela Locomotiva Texas.

O Confronto

Fuller avistou os trilhos danificadas e conseguiu deter a Locomotiva William R. Smith, evitando seu descarrilamento. Deixando a locomotiva, sua equipe mudou-se para outra linha, ao encontro da Locomotiva Texas, tomando o trem e dando continuidade à perseguição a General.

Parando de novo, Andrews cortou os fios do telégrafo ao norte de Calhoun (caurum) antes de prosseguir para a ponte Ostanaula (ostineula), uma estrutura de madeira, que Andrews esperava queimar, utilizando um vagão incendiado puxado pela General.

Embora um incêndio tenha começado, com a chuva pesada dos últimos dias impediu que o fogo espalhasse para toda a ponte. Deixando o vagão queimando para trás, a General partiu.

Pouco depois, viram o Texas chegar e empurrar o vagão para fora da ponte. Em uma tentativa de desacelerar a locomotiva de Fuller, os homens de Andrews jogaram dormentes de ferrovia nos trilhos atrás deles, mas com pouco efeito.

Para piorar a situação, embora tenham sido feitas paradas rápidas de combustível na Green Wood Station e em Tilton, para lenha e água, os homens da União não conseguiram reabastecer totalmente os estoques.

Depois de passar por Dalton, novamente cortaram as linhas de telégrafos, mas chegaram tarde demais, pois Fuller já havia avisado Chattanooga.

Correndo por Tunnel Hill, Andrews não conseguiu parar para danificá-lo devido à proximidade da Texas. Com o inimigo se aproximando e o combustível da General quase esgotado, Andrews ordenou a seus homens que abandonassem o trem pouco antes de Ringgold (ringoudi). Saltando do trem, eles se espalharam pelo deserto.

Fim da missão

Fugindo, Andrews e seus homens começaram a se mover para o oeste em direção às linhas da União.

Nos dias que se seguiram, todo o grupo de invasores foi capturado pelas forças confederadas. Enquanto os membros civis do grupo de Andrews eram considerados combatentes ilegais e espiões, todo o grupo foi acusado de atos de beligerância ilegal. Julgado em Chattanooga, Andrews foi considerado culpado e enforcado em Atlanta em 7 de junho de 1962. Sete outros foram julgados e enforcados em 18 de junho de 1962. Do restante, oito, escaparam com sucesso. Aqueles que permaneceram sob custódia da Confederação foram trocados como prisioneiros de guerra em 17 de março de 1863. Muitos dos membros do ataque de Andrews estavam entre os primeiros homens a receber uma Medalha de Honra do Congresso.

Apesar de uma série dramática de eventos, The Great Locomotive Chase, provou ser um fracasso para as forças da União. Como resultado, Chattanooga não recorreu às forças da União até setembro de 1863, quando foi tomada pelo major-general William Rosecrans.

The Great Locomotive Chase, O Compositor

Nascido em 24 de outubro de 1958, em Daleville, Alabama, Robert Winston Smith, ou como conhecemos Robert W. Smith, compositor e trompetista. Dá vida a “The Great Locomotive Chase”, no ano de 1999, e a lança no 2000. Smith já conhecido por obras como “A Divina Comédia” inspirado no livro de Dante Alighieri, e “Don Quixote”, também baseada em uma obra literária, de Miguel de Cervantes, além de uma variedade de títulos, todos baseados em histórias, culturas e lendas de todo o mundo, está variedade, mostra que a narrativa através da música, é algo comum na obra de Robert W. Smith.

Para conhecer mais sobre Robert W. Smith, ouça nosso podcast Soneto, onde tivemos a oportunidade de conversar, com ajuda de um interprete, sobre sua vida e carreira. O link está no post deste podcast. Ou acesse toque2.com.br/soneto7.

A Composição

  1. Iniciando em quaternário, o primeiro compasso é uma chamada de atenção. Uma escala descendente, crescendo de uma intensidade forte para fortíssimo, com notas em staccato que subitamente pegam a audiência desprevenida – em alguns concertos é possível verificar a surpresa da audiência – Dê certa forma, nos remete ao dia em que os irmãos Lumière apresentaram o cinema ao mundo. No dia 28 de dezembro de 1895, dentro da primeira sala de cinema – que ainda existe, chamada Éden, foi exibido o primeiro filme de todos os tempos, Arrivée d’un train em gare à La Ciotat (Chegada de um trem à estação de La Ciotat). Conta-se que o público fugiu da sala de cinema, com medo que o Trem as atropelassem. (https://www.youtube.com/watch?v=dJdVEgOMQPM)
  2. Após o impacto, no segundo compasso, ouvimos uma nota longa de Clarinete Baixo e Tubas, em mezzo piano, que fará uma cama até o compasso 8, juntamente com carrilhão, flautas e clarinetes, que irão conversar entre si, intercalando sons, como o vento, fazendo uma onomatopeia de sons, lembrando uma locomotiva, se preparando para entrar em movimento.
  3. No oitavo compasso, iniciasse uma modulação entre calibres, em cascata, caindo em uma colcheia, hora em uma mínima duplamente pontuada, hora para uma semimínima pontuda, tudo ligado, em mezzo forte e retardando. Já no compasso nove, cresce de pianíssimo para fortíssimo, explodindo no primeiro tempo do compasso 10 (dez), onde no 3 (terceiro) e 4 (quarto) tempos, os músicos utilizam a voz, pronunciando Haaa! Como uma locomotiva, soltando a primeira baforada de vapor, antes de entrar em movimento.

Também no compasso 10(dez), em mezzo forte, ouve-se a nota ré, em colcheias, e o tubular bells emulando o sino de uma estação, que avisa a saída da locomotiva. Aqui, este som serve apenas como uma forma de contextualizar, visto que está ambientação, possivelmente difere do ocorrido na data do evento, já que a ideia de roubar uma locomotiva, exigiria o mínimo possível de atenção dos sulistas.

  1. Na mudança de compasso do 11(onze) para o 12(doze), há uma mínima no terceiro e quarto tempos e uma subida de meio tom para o compasso 12(doze), totalmente preenchido com uma semibreve. Aqui emulando o apito da locomotiva, estão flautas, clarinetes e sax alto, novamente servindo de forma não literal em relação ao dia do roubo da locomotiva General.
  2. Agora do compasso 14(quatorze) até o 17(dezessete) é a vez dos metais conversarem, trombones, trompas e trompetes se intercalam, criando o clima de uma estação do sul dos estados unidos no meio do século XIX (dezenove).
  3. Finalmente no compasso 19(dezenove) a Locomotiva entra em movimento. Em moto acelerando, partindo de um ritmo de 64 batidas por minuto, a caixa inicia sua rítmica com notas mínimas, uma a cada tempo, enquanto os músicos em pausa, respondem nos tempos 3 (três) e 4 (quatro), com o som “Shhh! ”, emulando o som do vapor que sai dos pistões da locomotiva, com a fornalha superaquecida!
  4. No compasso 21(vinte e um) a caixa muda sua cadência de semínimas para colcheias e, finalmente, no compasso 23(vinte e três), muda de colcheias para semicolcheias, atingindo um andamento de 144 (cento e quarenta e quatro) batidas por minuto. Finalmente a locomotiva foi roubada pelos espiões da União.
  5. Do compasso 29(vinte e nove) até o 68(sessenta e oito), a perseguição efetivamente ocorre. Metais se revezem em sequencias de colcheias que imitam o som dos pistões da locomotiva batendo e dando velocidade a máquina. O bombo, mantem notas mínimas e colcheias, intercalas no primeiro e terceiro tempo, juntamente com Bass Clarinete e Tubas, emulando o som dos dormentes batendo, com a passagem dos eixos dos vagões.
  6. A ondulação dos trilhos e curvas da via férrea, também são mantidas pelos clarinete e flautas, e seus intervalos, ligados e constantes em colcheias.
  7. No compasso 69(sessenta e nove), a música muda para um ternário, com regência em um, porém igualmente rápida. O som dos dormentes batendo na passagem dos eixos, agora está com flautas e clarinetes, a velocidade mantida na caixa, agora passa para o chimbal, ainda em semicolcheias. Apesar da energia e velocidade, há uma ligação direta com a história documentada em livros e filmes, notoriamente, neste momento a General entra em um túnel. Cena esta, que pode ser vista no filme de 1956.

Há um abafamento do som, e a troca de timbres pesados para timbres mais leves, em sons que remetem à velocidade e peso da locomotiva, evidenciam mais este fato.

  1. Na história que narramos acima, há uma ponte, onde os espiões da União tentam queima-la logo após a saída do túnel. É um momento calmo e de alivio, talvez por um descuido, os sulistas não acreditavam que seriam alcançados pelos confederados, visto que a ponte logo estaria em chamas. Esta calma está musicada entre os compassos 95(noventa e cinco) e 100(cem), em piano e ralentando, onde está desaceleração nos posiciona novamente em um local de desatenção.

Esta calmaria, assim como na introdução, serve também para desarmar a audiência, que novamente é impactada, com o retorno do frenesi, com energia e velocidade. Pegando os Nortistas de assalto.

  1. Retomando o tema do compasso 29(vinte e nove), porém aqui em direção ao fim da aventura, no compasso 111, ouvimos um solo de trombones, energético, potente e confiante, a Locomotiva Texas está no encalço da General, os espiões da União não sabem o que fazer e, no compasso 123, nos mostra isso, com glissandos e uma confusão sonora.
  2. E, como em um final de um filme de ação, os compassos finais intercalam velocidade e grandiosidade, quando metais, madeiras e percussão juntos expressam em colcheias todos os símbolos de sons de uma ferrovia, acompanhados com o tubular bells e, finalmente, findam com um “Haaa!”, de todos os músicos, num último gesto, do último compasso, como em um respiro final da máquina, o General finalmente sucumbe!

Agora, vamos ouvir a composição de Robert W. Smith, sem cortes: The Great Locomotive Chase.

Menção Honrosa

Vale aqui uma menção honrosa a composição O Trenzinho do Caipira, quarto movimento das Bachianas Brasileiras N° 2 de Heitor Villa-Lobos. Composta em 1930 e estreada em setembro de 1934, no II Festival Internacional de Veneza (Itália), a obra se caracteriza por imitar o movimento de uma locomotiva com os instrumentos da orquestra. Essa foi a primeira obra que utilizou elementos musicais para descrever sonoramente uma locomotiva.

(https://www.youtube.com/watch?v=wIG4h7lvj4Y)

Considerações

Os acontecimentos da música “The Great Locomotive Chase”, são fatos conhecidos e de domínio público.

As narrações e interpretações da utilização dos temas na música, são interpretações baseadas nos sentimentos que a composição nos trouxe, não tento base direta a relatos do compositor, salvo sua conexão direta com os fatos históricos conhecidos e amplamente conhecidos.

Os links para todas as fontes de pesquisa deste podcast, incluindo vídeos, áudios, textos, transcrições e sites para aquisição da peça, estão disponíveis no post deste podcast.

Qualquer informação adicional, contestação e opiniões podem ser encaminhadas para o e-mail, contato@toque2.com.br

Este podcast é feito com a ajuda dos apoiadores, seja um incentivador, doando através do link www.apoia.se/toque2, ou através do picpay ou ainda através de depósito bancário, nos pergunte como.

O texto deste programa está disponível integralmente em nosso site, acesse: www.toque2.com.br

Ouça nossos podcasts através do nosso aplicativo para Android, os links estão no site, é de graça!

Para Android: www.toque2.com.br/android

Ou ainda pelo Spotify, Deezer e Google podcasts

Ficha técnica

Este podcast foi ao ar graças a:

Editor: Eduardo Oliveira, editor e podcaster no Super Pocket Show do portal Salada Cult
Locução: Josisley de Souza, Host no Toque2 Podcast

Participação Especial: Maestro Arnaldo Neto

Deixe um comentário no post ou nos envie um e-mail, comentando este e outros programas para contato@toque2.com.br

Até o próximo Toque2 Podcast Bandas & Fanfarras
No Ritmo da Vida. Na Batida do Coração.

Links Importantes:

The Great Locomotive Chase
https://www.imdb.com/title/tt0049279/ (Filme de 1956)

Great Locomotive Chase
https://en.wikipedia.org/wiki/Great_Locomotive_Chase

The Southern Museum of Civil War & Locomotive History
https://www.southernmuseum.org/exhibits

Links diversos
http://www.kennesaw.com/attractions/the-general/

https://www.jwpepper.com/The-Great-Locomotive-Chase/2439396.item#/

https://www.alfred.com/the-great-locomotive-chase/p/00-BDM00030/

https://www.rundel.de/en/the_great_locomotive_chase/a-159/4229

https://pt.archolda.com/grande-locomotiva-perseguicao-durante-a-guerra-civil-americana/

http://digitalcommons.kennesaw.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1196&context=amj

https://pt.archolda.com/grande-locomotiva-perseguicao-durante-a-guerra-civil-americana/

Músicas:

When Johnny Comes Marching Home
https://www.youtube.com/watch?v=mgc_qDmuhrE

https://www.youtube.com/watch?v=kcoKg2cbouU

mm

A paixão musical surgiu em 1989 após ouvir a banda de sua igreja tocar. Em 1992 ingressou na Banda Municipal de Ribeirão, já extinta, em 1994 migrou para a Corporação Musical Lyra de Mauá, onde atuou alternadamente como músico e Diretor até abril de 2018. Hoje atua como Professor e Maestro Voluntário na Corporação Musical Nova Aliança, em sua comunidade cristã.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

PARTICIPANTE POR EPISÓDIO

CATEGORIAS